fbpx

Minho, uma província a visitar.

 

O Minho situa-se a norte de Portugal, fazendo fronteira com Espanha. Dedica-se especialmente a agricultura, pastorícia, pecuária e turismo rural, sendo que os mesmos são um meio de sustento para algumas pessoas. Província rica em recursos naturais, o que faz com que os minhotos trabalhem e vivam em favor desses mesmos recursos.
No Minho é utilizado um estilo de construção muito característica, que são as casas em pedra/rústicas e ainda muito utilizadas no Alto Minho. A sua construção tem sofrido várias alterações, derivado às pessoas que emigraram e foram trazendo novas culturas praticadas nos países para onde essas mesmas pessoas emigraram.
Nas vertentes e vales da serrania minhota, encontra-se uma casa feita de granito e madeira, geralmente com dois pisos: no rés-do-chão ficam a pocilga, o lagar e outras divisões para arrumar os utensílios agrícolas, no primeiro andar são os quartos, a sala e a cozinha. O acesso à parte superior da casa faz-se por uma escada exterior, que termina em varanda. O telhado, mais ou menos inclinado consoante se trate de uma zona de maior ou menor pluviosidade, pode ser de telha ou de colmo. Este tipo de habitação raramente tem chaminé. Estas casas possuem estas características devido à principal actividade económica desenvolvida na província, a Agricultura, e também devido às condições atmosféricas. O Minho é uma zona com um clima frio e chuvoso e as suas habitações são adequadas a esses factores climáticos, consoante a pluviosidade.

Estas casas rurais destinam-se particularmente ao turismo rural.
Os materiais de construção mais usados nesta região são: os blocos de granito quadrangulares, para a construção da estrutura da casa, as madeiras, usadas no forro do telhado e para os barrotes de suporte, grandes lajes de pedra e a telha, que veio substituir o colmo no cimo dos telhados.

Nos interiores das habitações do Minho predominam as madeiras e o ambiente rústico, com escadaria em madeira e lareiras em pedra. O mobiliário é tradicional com madeiras pouco tratadas. Ainda hoje se utilizam os fogões/fornos a lenha, o que torna a sua gastronomia especial. São casas modestas, tendo apenas o essencial para a sua habitabilidade, mesmo no turismo rural.

 

Fique a conhecer a nossa miniatura da casa típica do Minho, clicando aqui.

 

Etiquetas , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *